A suposta árvore de natal satânica de Brasília

Nós temos algumas coisas em Brasília que tem um certo toque sombrio e que é bem normal, seja o Porão do Rock, o Galpão 17 ou algumas salas do Enigma60. No entanto quando a coisa está em algum lugar em que todo tipo de pessoa passa, pode acabar surpreendendo e causando revolta. E foi exatamente isso que aconteceu no natal de 2018 no Aeroporto Internacional de Brasília.

Tudo começou quando o lugar resolveu fazer um natal diferenciado, adicionando quarenta árvores de natal personalizada por artistas diferentes e com liberdade para fazer a coisa. No entanto se tornou polêmica uma árvore em especial, com uma figura de um ser peludo com chifres, rabo, uma língua imensa e uma lua vermelha atrás.


As pessoas começaram a falar que era uma homenagem ao Diabo e postagens foram surgindo em redes sociais. Algumas chocadas com o absurdo de "zombar" da religião cristã com o feriado mais simbólico de todos. No entanto a verdade é que isso nada tem a  ver com o demônio, mas é também uma figura natalina.

Como vocês devem saber, festas comemorativas tem costumes diferentes em cada lugar, como por exemplo os ovos de páscoa de outros países que são ovos de verdade pintados, e aqui no Brasil é completamente diferente com ovos de chocolate. E o natal obviamente tinha que ter as suas variações, e uma delas é o Krampus.

Em alguns países da Europa e do mundo, esse personagem é tão importante quanto o próprio Papai Noel, pois carrega metade da essência da coisa. Sabe aquela coisa de que crianças malvadas não vão receber presentes de natal? Nesses países essas crianças recebem a visita do Krampus ao invés do bom velhinho, ele vem antes, no dia 5 de dezembro.

Ou seja, basicamente foi algo que deixou as pessoas nervosas, mas no fim das contas não passou de um mal entendido, simplesmente é algo de uma cultura diferente, não foi nenhuma homenagem a Satanás ou tentativa de zombar do cristianismo.